Mitos que censuram o uso do cinto de segurança

LENDA: O cinto gera incômodo e é insuportável

FATO: Primeiramente, os indivíduos podem achar os cintos de segurança desconfortáveis, confinantes ou inconvenientes, unicamente porque não estão acostumados a utilizar este importante acessório de segurança. As pessoas que já fizeram do uso do cinto um costume podem atestar que, dado que seu uso se torna um hábito, não existe desconforto ou inconveniência. Recorde-se sempre que o grave desconforto acarretado pelos graves acidentes com veículos de forma alguma se compara ao desconforto que você pensa sentir usando um cinto de segurança.

MITO: Os cintos de segurança do meu carro não funcionam

mitos-cinto-seguraca FATO: É primordial que todos percebam que os cintos de ombro mais recentes são feitos para que você consiga se mexer à vontade, mas eles ainda serão bloqueados sempre que houver freadas bruscas ou falhas. Muitas pessoas confundem essa liberdade de deslocamento como um mecanismo com defeito. Os cintos de três pontos, mais modernos, são planejados para bloquear somente no momento em que o carro altera de velocidade ou de direção repentinamente, e não quando o ocupante muda de posição.

LENDA: airbags podem funcionar em vez do cinto

FATO: Airbags dão proteção complementar em falhas frontais, contudo os condutores podem deslizar embaixo deles, caso não estejam usando um cinto de segurança. Além disso, os airbags não auxiliam no impacto lateral ou na parte de trás ou colapsos de rolagem. Os condutores devem utilizar um cinto de segurança para proteção em todos os tipos de falhas.

LENDA: o cinto pode me deixar agarrado em um acidente com fogo ou água

FATO: Acidentes envolvendo fogo ou água acontecem em só 50% de todos os imprevistos. Logo, isso não ocorre com frequência. Ainda assim, no momento em que eles acontecem, a melhor probabilidade de subsistência repousa em permanecer desperto, sem ferimentos e em completa posse de suas faculdades. O maior risco é o impacto que antecede o fogo ou a submersão na água. Caso você não esteja utilizando um cinto de segurança, é bem possível que você seja atingido desacordado ou perigosamente ferido. Se você estiver com cinto, é muito possível que você possa desabotoar o cinto e cair fora de uma condição de incêndio ou do carro imerso.

MITO: Eu não penso em ficar preso em uma batida

FATO: Ser projetado para fora do carro com segurança em uma colisão é praticamente improvável. No momento em que você é jogado, você pode sair pelo para-brisas, ser jogado por sobre o asfalto, ou mesmo esmagado pelo seu próprio automóvel. A hipótese de ser projetado de um veículo e pousar mansamente em uma região macia ao lado da estrada é pura imaginação. Sua melhor opção em uma batida é permanecer dentro do automóvel, asseguradamente preso pelo cinto de segurança.

LENDA: cintos podem provocar machucados em um acidente

cintos-seguranca-machucam FATO: os cintos de segurança utilizados corretamente raramente causam lesões. Caso o façam, as lesões geralmente são machucados leves e, de modo geral, são menos graves do que seria a circunstância sem qualquer cinto. Sem cintos de segurança, você poderia ter sido lançado fora do automóvel e ficado perigosamente ferido. É fato que, muitas vezes, a força de uma colisão é tão potente que nada conseguiria evitar lesões. Estudos mostraram consistentemente que os ferimentos em pancadas mais sérias poderiam ser muito mais graves se os cintos de segurança não tivessem sido empregados.

MITO: Eu não vou muito longe e não colocarei o cinto

FATO: Esse é a frase que muitas pessoas que habitam em regiões rurais usam na ocasião em que perguntadas por qual motivo não utilizam cinto. É fundamental recordar que a grande parte dos óbitos por batidas ocorrem dentro de 40km de casa e a velocidades de menos de 60km/h. Isso enfatiza que a condução diária de uma habitação de uma casa para a outra, para a faculdade, ou para a loja da esquina significa o maior risco.

MITO: A possibilidade de eu me acidentar é bastante pequena

FATO: Esta é uma atitude que é geral para tudo o que fazemos. É confortável imaginar que os acidentes apenas ocorrem com outros indivíduos. Ainda assim, uma em cada 3 pessoas vai ser seriamente ferida em uma colisão de automóvel em determinado momento ao longo de suas existências. Esse é, efetivamente, um significativo perigo. A gente nunca sabe quando isso ocorrerá ou como isto vai ocorrer. A solução: utilizem sempre o cinto.

LENDA: Eu guio muito bem para sofrer um acidente

FATO: você é capaz de ser um bom motorista, contudo você não pode controlar os demais motoristas na estrada. As estatísticas relacionadas aos acidentes de automóveis e aos motoristas bêbados são assustadoras. Ainda que você esteja guiando defensivamente, um motorista bêbado que aproxima-se na próxima curva pode não ser. De novo, você jamais sabe o que pode vir a acontecer. Divirta-se de forma segura. Aperte o cinto em cada viagem.

Mitos que censuram o uso do cinto de segurança
Avalie esta postagem

Leave a Reply